Ou propósito e significado

A satisfação imediata das necessidades dos consumidores e utilizadores das organizações passa quase sempre por adaptações ao existente ou pequenos passos de inovação incremental com novidades que deliciam os “clientes” de acordo com as tendências da moda.

Esta atitude permite a manutenção de uma estrutura de investimento e alavanca a organização para os seus objectivos globais, dando lugar garantido a muitos colaboradores que vivem os momentos analíticos com fervor.

São os sabores das previsões e análise de resultados face aos objectivos. É bom medir o passado e tentar marcar o limite das capacidades produtivas.

Mas continua a ser o caminho das “surpreendentes e baratas modificações” sem uma finalidade ou propósito claro por parte das organizações.

No passado dia 8 em #ideachat promovido por Angela Dunn (@blogbrevity), @matthewemay disse:” Eu tenho algumas metas chave que permitem que a minha finalidade seja expressa. Se eu reflicto bem (hansei) as minhas metas encaixam. A minha finalidade não.”

Eu acho que estas palavras encaixam perfeitamente no meu propósito que é encontrar o porquê de fazer as coisas!

Por exemplo, quando pensamos em inovar na produção e distribuição de água não pensamos apenas na quantidade de água que as pessoas querem, mas também qual o uso que farão com ela (beber, lavar, nadar, regar, sentir, etc.).

Nas organizações é importante que haja um compromisso entre os objectivos e a finalidade e por isso é importante que os níveis mais altos das organizações clarifiquem os objectivos e as finalidades do exercício de uma actividade.

Hutch Carpenter, em SPIGIT, refere: “Objectivos também são bons para mobilizar as pessoas. São uma experiência compartilhada, e provocam comportamentos, tanto cooperativo como competitivo.

O desafio é definir metas de inovação, que se estenderão à inventividade dos trabalhadores, sem causar quebras. O objectivo deve dar um bom e duro empurrão para uma capacidade de inovação de cada um. Mas isso não deve ser sentido como um desafio ridículo.

…Considere duas coisas na abordagem ao estabelecimento de objectivos:

  1. Alavancar os principais processos da empresa no estabelecimento de metas.
  2. Os objectivos são concretos e relevantes para os indivíduos que trabalham em diferentes grupos.”

O problema na definição de objectivos de inovação é medir o impacto e a importância relativa das diversas inovações.

 

Como poderemos verificar o que trará mais vantagens à organização? Uma série de pequenas inovações incrementais ou uma grande descoberta?

Sabemos que nos últimos anos, a inovação aberta se tornou cada vez mais importante, apesar de ainda haver uma boa dose de receios, preconceitos e até orientações políticas adversas.

Mas também temos consciência que os objectivos de uma organização podem encaixar-se melhor em propósitos com significado pelo facto de os parceiros externos estarem mais próximos dos utilizadores ou consumidores.

A inovação aberta permite que as empresas sejam capazes de responder de forma rápida e flexível, adaptando-se, às mudanças no ambiente e respondendo melhor às necessidades reais dos consumidores ou utilizadores.

Ainda existe ainda uma ambiente dentro das organizações que não facilita o desenvolvimento de novas iniciativas. A definição de objectivos e estabelecimento de metas em inovação, é favorável à dinamização de novas práticas de gestão, pois empurra as lideranças para novos desafios.

A inovação baseia-se em muitas fontes de ideias e elas não estão concentradas dentro das organizações.

Será importante que as finalidades de uma prática de gestão em inovação comportem a sustentabilidade?

Acredito que as organizações cuja finalidade é apenas criar valor accionista ou maximizar os lucros não sustentam a inovação. Eu também suspeita que os diferentes tipos e tamanhos de organização precisa diferentes expressões de efeito. Há exemplos de inovação sustentada sem propósito? Tim Brown

Esta é uma opinião! Qual é a sua?

Share

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *